Agendar Doação Sangue

Área do Médico

Portal do Colaborador

Atendimento mais rápido e humanizado no Pronto-Socorro

 

Os pacientes que dão entrada no Pronto-Socorro da Santa Casa de Misericórdia Cachoeiro vão ter atendimento mais ágil e humanizado. A iniciativa faz parte do processo de aprimoramento da qualidade dos serviços oferecidos à população dos 27 municípios do Sul do Espírito Santo.

O Pronto-Socorro passou por uma reformulação na sua gestão. O objetivo é garantir aos pacientes em estado mais grave, de acordo com os protocolos de urgência e emergência, atendimento com mais rapidez.

Por outro lado, os doentes de menor gravidade também terão cuidado especial e serão monitorados pela equipe do setor.

O diretor clínico da Santa Casa de Misericórdia Cachoeiro, Dr. Manoel Freitas, afirma que a nova gestão trabalhará, principalmente, a agilidade na assistência, diminuindo a espera por atendimento.

“O objetivo é fazer com que o fluxo do paciente chegar até a porta do Pronto-Socorro até a definição do quadro seja o mais rápido possível. Tendo um controle maior de todos que chegam ao hospital”.

Ainda segundo o diretor, a iniciativa também impactará financeiramente, visto que a demora nos serviços gera uma despesa grande e desnecessária para o hospital.

“O ideal é que o paciente passe pelo PS e que o resultado dos exames seja fornecido rapidamente. E quanto mais cedo for diagnosticado o problema, mais rápido ele será tratado e a chance de cura será maior”.

Além disso, o Núcleo Interno de Regulação (NIR) também passa a fazer parte deste novo modelo de gestão, cuidando de forma mais criteriosa de todas as transferências de pacientes, seja para o próprio hospital ou para outras instituições de referências.

“Muitos pacientes vem para a Santa Casa por sermos um hospital porta aberta 24 horas, entretanto, não somos referência em algumas doenças como AVC, infarto, doença vascular periférica e casos urológicos", explicou.

E concluiu: "Por isso, não temos profissionais tecnicamente preparados para essas urgências e nem equipamentos. Essa falha na regulação inicial retarda o tratamento e traz mais transtornos para o paciente".

Confira mais Notícias

Junho Vermelho: Empresa mobiliza funcionários para doar sangue na Santa Casa

Exposição e panfletagem marcam Maio Amarelo na Santa Casa 

Santa Casa ganha R$ 10 mil com Nota Premiada. Saiba como você também pode ajudar

Santa Casa Cachoeiro e Lar de Idosos farão homenagens no Dia das Mães

Paciente internado se emociona ao receber serenata na Santa Casa

Santa Casa Cachoeiro inicia obra para ampliar número de leitos no Pronto Socorro 

Funcionários da Santa Casa são imunizados contra a gripe

Santa Casa Cachoeiro faz blitz educativa e bate-papo para evitar acidentes de trabalho