Agendar Doação Sangue

Área do Médico

Portal do Colaborador

Dengue: saiba identificar a doença.

É em períodos chuvosos que os casos de dengue aumentam devido a maior possibilidade de água parada.

A dengue é um dos principais problemas de saúde pública no mundo. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que entre 50 a 100 milhões de pessoas se infectem anualmente em mais de 100 países. Cerca de 550 mil doentes necessitam de hospitalização e 20 mil morrem em consequência da doença.

Nos últimos tempos a população passou a tratar a dengue como uma doença comum. Quem nunca teve um membro da família ou amigo que contraiu a doença? Embora pareça pouco agressiva o que muitos não sabem é que o agravamento do quadro pode levar ao óbito.

Existem quatro tipos do vírus da dengue: O DEN-1, o DEN-2, o DEN-3 e o DEN-4 que causam os mesmos sintomas. A diferença é que, cada vez que você pega um tipo do vírus, não pode mais ser infectado por ele.

A médica da Santa Casa de Misericórdia Cachoeiro Natália Caliari explicou que apesar de todos os tipos apresentarem os mesmos sintomas: febre alta, dor de cabeça, dor atrás dos olhos, moleza no corpo, dores nas articulações, náuseas e vômitos, a dengue pode ser tratada em casa e só necessita de internação se tiver sinais de alarme e gravidade.

“Em qualquer tipo de dengue o paciente apresentando sinais como: dor abdominal intensa, vômitos sem melhora, sangramentos, queda abrupta de plaquetas é necessário o tratamento hospitalar. Estes sinais devem ser observados na consulta em uma Unidade de Pronto Atendimento e tendo necessidade solicita internação.”

A médica também reforça que a prevenção da doença deve ser feita o ano todo. A maior parte dos focos do mosquito estão nos domicílios e que as medidas preventivas envolvem cuidados coletivos de toda vizinhança.

A principal ação para evitar a doença é não deixar água parada em qualquer época do ano e sempre estar observando as seguintes dicas:

•          Manter bem tampado tonéis, caixas e barris de água;

•          Lavar semanalmente com água e sabão tanques utilizados para armazenar água;

•          Manter caixas d’agua bem fechadas;

•          Remover galhos e folhas de calhas;

•          Não deixar água acumulada sobre a laje;

•          Encher pratinhos de vasos com areia ate a borda ou lavá-los uma vez por semana;

•          Trocar água dos vasos e plantas aquáticas uma vez por semana;

•          Colocar lixos em sacos plásticos em lixeiras fechadas;

•          Manter garrafas de vidro e latinhas de boca para baixo;

•          Acondicionar pneus em locais cobertos;

•          Fazer sempre manutenção de piscinas;

•          Tampar ralos;

•          Não deixar água acumulada em folhas secas e tampinhas de garrafas;.

Confira mais Notícias

Lar de Idosos terá pintura de ovos e almoço especial de Páscoa

Dia do Rim: Santa Casa Cachoeiro faz exames e orientações para combater doença renal

Urgente: Santa Casa Cachoeiro faz apelo para abastecer banco de sangue

Santa Casa, Lar de Idosos e Fazenda terão programação especial no Dia da Mulher

Santa Casa Cachoeiro forma quinta turma de residência em Clínica Médica

Cresce número de casos de dengue atendidos na Santa Casa. Veja os sintomas

Santa Casa Cachoeiro só tem sangue para uma semana e faz apelo para doadores

Média de 93 pacientes atendidos por dia na Santa Casa durante o Carnaval